CET Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo, SP - Brasil

CET

Emergências no Trânsito: Ligue 1188

Companhia de Engenharia de Tráfego

Programa de Entrega Noturna

Conceito

Em todo o mundo, as “Entregas Noturnas” são consideradas uma política de transporte de carga urbano, voltada diretamente para a melhoria da mobilidade urbana. Ao usar o período noturno para o transporte de cargas, a infraestrutura viária é desafogada durante o dia, melhorando a fluidez do trânsito, reduzindo a emissão de poluentes, otimizando custos e aumentando a produtividade do setor.
Para uma implementação bem-sucedida de entregas noturnas é necessário um empenho maturado e constante ao longo da implantação, com a participação ativa de todos os envolvidos no processo.

Experiências Internacionais

A experiência de entregas noturnas teve resultados positivos em 2010 na cidade de Nova York, com o projeto Off-Hour Delivery: uma iniciativa que envolveu três grandes empresas (Wholefoods, Foot Locker e Sysco) totalizando 35 estabelecimentos participantes. Os resultados foram positivos na cidade norte-americana: houve ganhos de eficiência e produtividade, além de redução de poluição; e por isso, o projeto passou a ser uma política oficial da cidade.
Em Londres, as entregas noturnas iniciaram-se nas Olimpíadas 2012. As vantagens e resultados foram tão satisfatórios, que de provisório o projeto tornou-se oficial após o término dos jogos.
Em julho de 2013, o  Centro de Inovação em Sistemas Logísticos da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - CISLOG e o CoE SUFS realizaram um workshop de logística urbana em São Paulo, com especialistas dos Estados Unidos, Inglaterra, Japão e outros países da América Latina. O foco foi o transporte de cargas em grandes cidades do mundo que despertou o interesse do município de São Paulo:
- Na Cidade
- O Projeto Piloto
- Workshop

Equipe que integra o Projeto Entrega Noturna

O Projeto de Entregas Noturnas no Município de São Paulo é uma atividade da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo, coordenada pelo seu Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV), e com apoio técnico da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET-SP). O trabalho é fruto de uma parceria da SMT com o Centro de Inovação em Sistemas Logísticos da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (CISLOG USP); o Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo e Região (SETCESP) e o Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV). Também fizeram parte do projeto-piloto a Polícia Militar e a Subprefeitura da Lapa.

Workshop Pré-Piloto: convite às empresas

Em agosto de 2014 foi realizado um workshop para apresentar o projeto às empresas interessadas no piloto. Mais de 100 profissionais de duas dezenas de grandes empresas do setor compareceram, das quais 15 empresas se voluntariaram. No final, 11 empresas realizaram atividades no piloto.